Para ver vídeos desligue a música "Bruxelles, ma belle" lado direito.

Uma brasileira na Bélgica provoca mudança na lei de migração belga

Acabo de ver esta reportagem na televisão (RTL TVI) e achei muito boa novidade para estrangeiros que se encontram ilegais aqui na Bélgica. A brasileira Elba da Silva, a qual vive aqui na Bélgica ilegal fazem dois anos, juntamente com suas duas filhas Juliana e Yasmim, receberam a ordem de quitar o território em oito dias. Até aqui tudo normal segundo a lei belga. Quando a pessoa pega ilegal não é conduzida imediatamente recebe uma ordem de quitar o território.

Elba começava a preparar as malas chorosa juntamente com suas meninas adolescentes, quando recebeu a visita de uma instituição que resolveu lutar pela sua permanência no país.

Para alegria delas, mexe daqui, mexe de lá, o próprio chefe da Comuna veio pessoalmente entregar a elas a permissão de permanecer na Bélgica até o fim do ano escolar que é fim de julho. Até aqui já é algo novo pois nunca se teve tal complacência com outros deportados. Inclusive a deportação das pessoas ilegais aqui se dá com algemas no pulso como se fosse um criminoso.

Mas esta história foi parar no Governo belga e na entrevista da ministra Amenie Turtelboom agorinha mesmo, foi anunciado por ela mesma que a lei irá mudar a partir de agora, permitindo a todas as pessoas ilegais que têm filhos na escola a permanência durante um ano e, caso encontre trabalho, terá direito à permanência definitiva.

Eu achei esta notícia uma vitória de grande porte em prol dos sem papéis e tudo isto começa a mudar graças a Elba, uma brasileira que caiu no gosto do Governo, talvez e com certeza, na hora certa, porque faz tempo que greves de fome se sucedem e a regularização dos sem papéis tem sido adiada. Que maravilha, hem pessoal? Olha brasileiro mudando o mundo aí gente!
Por Alda Inacio